Minha Casa Minha Vida reduz em 50% o déficit habitacional do Piauí

0
366

not_piauiO Ministério das Cidades, por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), investiu 3,8 bilhões de reais na construção de 79.704 casas e apartamentos no Piauí. Segundo o governo do Estado e a imprensa local, esses números ajudaram a reduzir em 50% o déficit habitacional do Estado. Desde que foi lançado, em 2009, o MCMV já entregou 54.269 unidades habitacionais em cidades piauienses.

O Minha Casa Minha Vida modalidade sub50, no Piauí, já contratou 12 mil unidades habitacionais em 219 municípios, o equivalente a um investimento de R$ 250 milhões. No Estado, 100% dos municípios já foram contemplados com o programa. Em Teresina, segundo previsão da Prefeitura local, faltam moradias para 30 mil famílias hoje na cidade e, se for cumprida a meta do Ministério das Cidades, em seis anos o déficit habitacional será zerado. Desde 2009, em Teresina foram entregues 11 mil casas e apartamentos. Neste ano, já foram 3.110 apartamentos e, até o final de 2015, deverão ser construídas e entregues mais seis mil unidades.

O Governo Federal, por meio do Ministério das Cidades, tem uma carteira de investimento de mais de 555,221 bilhões de reais em todo o país. Desses, R$ 30,2 bilhões em habitação, R$ 97,3 bilhões em saneamento, R$ 159,8 bilhões em mobilidade urbana e R$ 2,6 bilhões em infraestrutura. Só no MCMV, o Ministério das Cidades aplicou R$ 256,2 bilhões, na construção de 3,9 milhões de unidades habitacionais, com entrega de 2,3 milhões em todo o país. No Estado do Piauí, a carteira de investimentos é de R$ 5,79 bilhões.

Fonte: Ministério das Cidades