Norma da ABNT para projeto de rede de distribuição de água para abastecimento público está em consulta pública

0
220

Texto foi atualizado de acordo com novos conceitos, estudos e tecnologias para se tornar mais compatível para quem trabalha com o sistema

Luísa Cortés, do Portal PINIweb

13/Setembro/2016

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) encerra no dia 10 de outubro a consulta pública do projeto de revisão da NBR 12218, que trata dos requisitos para a elaboração de um projeto de rede de distribuição de água para abastecimento público. Segundo a ABNT, a principal mudança em relação ao texto original é a reformulação de antigos conceitos, visando tornar a norma mais compatível com a necessidade de quem trabalha com o sistema.

Diversos itens foram reavaliados, e passaram a considerar novas ferramentas disponíveis de apoio técnico para a elaboração de estudos e trabalhos. Também foram consideradas novas tecnologias, materiais e equipamentos disponíveis no mercado. Além disso, foram inseridos itens que exigem o atendimento da legislação, que indica a necessidade de se respeitar as condições hidráulicas do sistema na adoção de soluções técnicas alternativas.

Entre os tópicos abordados no texto, estão: a área a ser abastecida, as vazões de dimensionamento, pressões de serviço, aproveitamento das redes existentes, traçado das novas tubulações, dimensionamento destas tubulações, zonas de pressão de abastecimento, distritos de medição e controle que possibilitam o controle e das medidas que reduzem a controlam as perdas totais do sistema distribuidor, os setores de manobra para operacionalização de manutenção e ampliação, e o sistema de proteção contra incêndio por meio de hidrante urbano.

Também são considerados pontos como requisitos para os componentes aplicados nas redes de distribuição e os equipamentos acessórios a serem usados quando da execução das obras. Entre eles, a válvula de manobra, válvula de descarga, ventosa, booster (elevatória de menor porte instalada na rede), válvula redutora de pressão, medidores e controladores de pressão, medidores e controladores de vazão.

As ligações prediais têm, ao longo do material, as suas diretrizes estabelecidas, quanto ao dispositivo de interligação do usuário à rede, ao ramal de interligação da rede à ligação predial do usuário, a unidade de medição de consumo, aos pontos para monitoramento da qualidade da água.

Nele, são contemplados itens como projeto para travessia e ancoragem, orientações quanto as condições mecânicas das instalações e disposições construtivas das redes de distribuição, especificações técnicas dos serviços e materiais, dos componentes e equipamentos acessórios, do orçamento, do plano e execução da obra.

Após encerrado o prazo para consulta pública no dia 10 de outubro, a comissão responsável (CB 177) fará a avaliação das votações, das contribuições técnicas e, a partir disso, reavaliará o texto revisado, no que for necessário. Caso não haja nenhuma sugestão reprovando-o tecnicamente, ele é encaminhado para publicação. Caso contrário, será realizada uma reunião especial para a análise das sugestões recebidas.

Durante a reunião, se permanecer o consenso de que a sugestão não tem justificativa, ele é encaminhado para publicação. Caso contrário, volta à comissão como 2º projeto, e retorna à consulta nacional por mais 30 dias.

Para conferir e enviar sugestões ao projeto de revisão da NBR 12218 clique aqui.